Câmara tem proposta de novo contrato para cedência do estádio ao FC de Arouca

A Câmara de Arouca tem uma nova proposta para o contrato de cedência de e utilização do
Estádio Municipal de Arouca, que será apresentada na reunião do Executivo da próxima terça-
feira.
De referir que edilidade tinha decido unilateralmente que o que existe desde 2014 cessava em
junho de 2023, como consequência dos desentendimentos ocorridos entre a Câmara de
Arouca e o clube no final de setembro, por altura da Feira das Colheitas, quando a autarquia
anunciou concertos para o parque de estacionamento do estádio, e o clube encerrou esse
espaço com cadeados. A proposta de denúncia do contrato foi então aprovada em reunião de
Câmara, com os votos favoráveis da maioria PS e a abstenção dos vereadores do PSD.
De recordara que na altura a GNR foi chamada ao local para cortar as correntes a pedido do
executivo socialista, que sustentou a sua decisão no facto de ser proprietária do recinto, mas
os concertos foram mesmo assim transferidos para outro local, já que, como defendeu então o
clube arrendatário, o acordo entre as duas entidades não permite à câmara uma “imposição
autoritária” sem “concertação com o inquilino”, nem deixa que os interesses culturais da
autarquia se sobreponham “ao planeamento dos treinos e jogos profissionais” do clube.

© 2023 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por [+|-] Enérgica