Arouca vence em Famalicão e sobe ao 5º lugar

Num jogo decidido nos minutos de compensação, com um golo de penálti, o Arouca alcançou uma importante vitória fora de portas e igualou os 41 pontos do Vitória de Guimarães no quinto lugar.

Cerca de quatro mil espectadores marcaram presença, ontem à noite, no Estádio Municipal de Famalicão para assistirem a uma partida a contar para a 26ª jornada da I Liga de Futebol.

Numa altura em que se atravessa a reta final do campeonato, o treinador arouquense Armando Evangelista procedeu a poucas alterações no onze e manteve a equipa base, fazendo entrar apenas para o meio campo o espanhol Busquets para o lugar do ausente Soro.

Apesar da qualidade evidente apresentada pelas duas formações, no que diz respeito à posse de bola e construção de jogo, a primeira parte foi marcada pelo equilíbrio, com muita disputa a meio campo, e poucas claras oportunidades de golo.

No início do segundo tempo notou-se um tímido ascendente da equipa da casa que, mesmo assim, seria insuficiente para destruir a habitual organização da equipa de Armando Evangelista.

O Arouca persiste como uma equipa bem estruturada, paciente e que raramente perde o discernimento ao longo dos noventa minutos. Recorde-se que em 13 jogos perdeu apenas três vezes fora de portas.

O momento decisivo da partida viria acontecer já nos descontos, quando numa altura em que muitos pensariam que o nulo já não seria desfeito, o central do Famalicão Otávio, que entrou no decorrer da segunda parte e fez a estreia na Liga, cometeu falta dentro da área sobre Michel.

O guineense Sylla foi quem assumiu a marcação da grande penalidade e não facilitou, batendo Júnior com um remate colocado.

Vitória importantíssima do Arouca que, com este resultado, subiu ao 5º lugar e tornou o sonho do regresso às competições europeias cada vez mais real.

26ª Jornada

Estádio Municipal de Famalicão

FC Arouca: De Arruabarrena; Tiago Esgaio, Basso, Galovic e Quaresma; Busquets, David Simão e Alan Ruiz; Sylla (Opoku, 95´), Antony e Mujica (Michel, 71).

Suplentes não utilizados: João Valido, Sema Velazquez, Weverson, Pedro Moreira, Yaw, Lawal, Bruno Marques, Arsénio

Treinador: Armando Evangelista

Famalicão: Luiz Junior; Penetra, Moura, Riccieli, Mihaj (Otávio, 67); Yousouf (Assunção, 75), Colombatto, Jaime; Dobre (Gustavo Sá, 75), Ivo Rodrigues (Sanca, 85), Cadiz

Suplentes não utilizados: Zlobin, A. Simões, Ruben Lima, Aguirregabiria,  

Treinador: J. P. Sousa

Texto: Luís Teixeira

 

© 2024 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por [+|-] Enérgica